Compartilhamentos

Com a confirmação da chegada do helicóptero do Grupamento Tático Aéreo (GTA) para o mês de dezembro, os 22 integrantes do órgão estão passando por um treinamento em atendimento de emergência e transporte aeromédico. O objetivo é atualizar os conhecimentos dos profissionais na área de atendimento pré-hospitalar e primeiros socorros. O treinamento, que termina nesta quinta-feira, 19, acontece no hangar onde funciona a base do GTA.

A reciclagem inclui um trabalho de condicionamento físico, com rapel, resgate em altura e aquático, além de aulas de mergulho. A última fase será concluída quando o helicóptero, comprado pelo governo do Estado, estiver em Macapá, o que deve acontecer até o início de dezembro.

Ruben Júnior, comandante do grupamento, disse que essa preparação é de extrema importância, pois por falta da aeronave, principal ferramenta do GTA, o grupo realizava apenas atividades terrestres.

A aeronave passa por algumas adaptações e chaga a Macapá em dezembro. Fotos: Ascom GEA

A aeronave passa por adaptações e chaga a Macapá em dezembro. Fotos: Ascom GEA

“É necessário essa reciclagem dos nossos profissionais para que o atendimento a pacientes feridos ou em situações de risco possa ser seguro. Com a chegada do helicóptero, devemos estar qualificados, e é isso que estamos fazendo”, declarou.

Militares do Corpo de Bombeiros ministram a capacitação e avaliam o desempenho dos integrantes do GTA. “Nossos atendimentos geralmente são feitos em ambulâncias, e eles vão fazer isso também, só que em um helicóptero. Nessa caso, a atenção deve ser redobrada, sempre avaliando a vítima desde o primeiro momento até a chegada ao hospital”, disse o capitão Delson Barbosa, um dos instrutores do curso.

O helicóptero comprado pelo governo do Amapá é do modelo Esquilo AS350 B2, com capacidade para até seis passageiros. Mas como a aeronave será usada também em atendimento médico, o número de ocupantes deve aumentar com as adaptações que estão sendo feitas.

Compartilhamentos