Compartilhamentos

A organização do concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE) fez uma avaliação da prova deste domingo para os cargos de técnico e analista judiciário. Dos 10.758 inscritos, 1.119 não compareceram aos locais de prova, 14,21%.

No total, 2.884 pessoas se inscreveram para o cargo de analista e 7.874 para o cargo de técnico. A prova foi aplicada pela manhã e no período da tarde.

Houve dificuldades para checar em alguns locais de prova, como na Faculdade Estácio Seama, no Bairro Jesus de Nazaré, onde os candidatos se espremeram na entrada do prédio para acessar as salas de aula.

Os locais foram fiscalizados por uma comissão formada pelo juiz Marconi Pimenta, o diretor-geral do TRE, Veridiano Colares e o servidor integrante da Comissão do Concurso Público da instituição, Allan Bezerra. A prova foi aplicada pela Fundação Carlos Chagas (FCC).

A comissão acompanhou a abertura das caixas lacradas contendo as provas no colégio Santa Bartoloméa Capitanio, e foi também até a Faculdade Estácio do Amapá (Famap), Faculdade Brasil Norte (Fabran) e outros pontos. Eles não encontraram problemas que afetassem a segurança do processo.

Em disputa estão seis vagas. O salário inicial é de R$ 8,8 mil e R$ 5,4 mil para técnico judiciário. O resultado será divulgado no dia 15 de dezembro com posse imediata.

Compartilhamentos