Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA – 

No Dia Internacional do Combate à Corrupção, o Ministério Público Federal (MPF) em parceria com o Ministério Publico Estadual (MPE), promoveu um evento para mostrar à sociedade o andamento da campanha de coleta de assinaturas para o projeto “Dez Medidas Contra a Corrupção”. Até agora o Amapá já colheu 2.500 assinaturas, mas a meta é conseguir 5 mil

O evento ocorreu na tarde desta quarta-feira, 9, no auditório do MPF, e teve a participação da sociedade civil organizada, procuradores e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) desembargador Carlos Tork. Na ocasião foram apresentadas estratégias de combate a corrupção que os MPs têm desenvolvidos em todo o Brasil.

Ministérios Públicos Federal e Estadual juntos na campanha contra a corrupção. Fotos: André Silva

Ministérios Públicos Federal e Estadual juntos na campanha contra a corrupção. Fotos: André Silva

Segundo o procurador da República, Ricardo Augusto Negrini, coordenador substituto do Núcleo de Combate à Corrupção, o MPF têm executado várias ações para adquirir as assinaturas, mas acredita que pode melhorar.

“Não adianta fazer a repressão se não trabalharmos a prevenção para que esses crimes não voltem a acontecer. Por mais que tenham punições para crimes de corrupção, sabemos que ainda é muito pouco. Então, são necessárias leis mais severas. Vamos aumentar nossos esforços para alcançar mais assinaturas no Estado”, disse o procurador.

Procurador federal Augusto Negrini: vamos alcançar a meta

Procurador federal Augusto Negrini: vamos alcançar a meta

De acordo com Negrini, o Amapá está dentro da média nacional. Hoje no Estado o número de eleitores chega a pouco mais de 400 mil, mas apenas 2.500 contribuíram com o abaixo assinado. Para que o projeto de lei de iniciativa popular seja aceito, o MPF precisa colher 1,3 milhão de assinaturas.

O presidente da Organização Não Governamental Transparência Amapá, Edinaldo Batista, esteve no evento e disse como a ONG tem contribuído na coleta das assinaturas.

Adinaldo Batista: apoio à campanha nacional

Adinaldo Batista: apoio à campanha nacional

“Sabemos que esse tipo de iniciativa vem favorecer a população como um todo. Nós estamos com o MPF desde o início da campanha aglutinando parceiros da sociedade, como as pastorais sociais , associações de moradores e outros movimentos”, explicou.

A campanha das Dez Medidas de Combate a Corrupção foi lançada no dia 18 de agosto. Qualquer cidadão que tenha título de eleitor válido pode assinar a lista de apoio à campanha. Para conhecer a íntegra das propostas e imprimir a ficha de assinaturas, basta entrar no site da campanha www.10medidas.mpf.mp.br. Depois, é só entregar as listas preenchidas na Procuradoria da República no Amapá, situada na Rua Ernestino Borges, 535, Centro.

Compartilhamentos