Compartilhamentos

DA REDAÇÃO –

Cerca de 20% dos candidatos faltaram, neste domingo, 6, à prova do concurso público da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa). As provas foram realizadas sem incidentes nos 84 colégios preparados para receber mais de 35 mil pessoas inscritas. O instituto Intelectus, contratado para realizar o concurso, vai divulgar o gabarito da prova nesta segunda-feira, 7.

Os portões foram fechados às 8h30min com a prova marcada para começar às 9h e encerrar ao meio-dia. A Caesa abriu 70 vagas, a maioria para o interior do Estado, com salários variando entre R$ 1,2 mil e R$ 2 mil.

Para garantir a lisura do processo e impedir que candidatos entrassem com objetos proibidos nos locais de prova, o instituto utilizou 400 detectores de metal além de centenas de fiscais de provas.

Fiscais rompe o lacre do envelope de provas. Fotos: Divulgação/Caesa

Fiscais rompe o lacre do envelope de provas. Fotos: Divulgação/Caesa

Os candidatos portadores de deficiência foram concentrados na escola Tiradentes, no Centro de Macapá, onde especialistas em libras e braile davam suporte e tiravam dúvidas.

“Foi tudo dentro do esperado. A comissão do concurso passou por todas as escolas e nesta segunda à tarde a Intelectus divulgará o gabarito”, comentou a presidente da Caesa, Patrícia Brito.

O edital fixou o dia 28 de dezembro como data limite para a divulgação do resultado, mas a expectativa é de que a relação de classificados deverá ser divulgada bem antes.

A partir desta semana a comissão do concurso começa a elaborar o cronograma de treinamento.

“Vamos chamar os candidatos classificados de imediato de acordo com a nossa necessidade e a capacidade de treinamento”, adiantou a presidente.

Compartilhamentos