Compartilhamentos

DA REDAÇÃO –

A resolução aprovada para afastar da presidência o deputado Moisés Souza (PSC) também proíbe a entrada dele em salas aonde funcionem a administração da Assembleia Legislativa.

De acordo com o texto da resolução, durante o período de afastamento, por tempo indeterminado, Moisés não poderá acessar as dependências da presidência da Assembleia, Diretoria Geral e das secretarias de Finanças e Administração.

Resolução assinada por 14 deputados. Foto: Reprodução

Resolução assinada por 14 deputados. Foto: Reprodução

A medida visa garantir a eficiência da apuração de uma comissão especial que ainda será criada para investigar os gastos da Assembleia.  Neste momento, os deputados estão reunidos para discutir quando irão formar a comissão e convocar a nova eleição.

Pelo Regimento Interno, o presidente interno, Kaká Barbosa (PT do B), terá 5 sessões para convocar a eleição que deverá necessariamente ser realizada em no máximo 15 dias. O favorito a ocupar a vaga é Kaká Barbosa, mas ainda é cedo para afirmar. 

Compartilhamentos