Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA – 

Emile Vitória é uma criança de apenas 1 ano e 3 meses. Ela nasceu com uma doença congênita que redundou na má-formação do ânus, e precisa fazer uma cirurgia para consertar o defeito. Para que Emile pudesse defecar, os médicos tiveram que fazer uma colostomia, que é uma procedimento provisório até a cirurgia.

Os pais da menina entraram numa grande luta para realizar a cirurgia. O que mais a família precisa no momento e fazer um exame para que a data da cirurgia seja marcada.

Emile veio ao mundo no dia 27 de setembro de 2014. Assim que ela nasceu o problema foi detectado. A mãe conta que sofreu muito ao saber da condição de saúde da filha.

A pequena Emile precisa de ajuda. Fotos: André Silva

A pequena Emile precisa de ajuda. Fotos: André Silva

“Ela já está sendo tratada. Mas, além da má-formação, ela ainda tem um problema no coração, o que agrava mais a condição da Emile. Além do dinheiro para fazer o exame, que custa R$ 500, nós precisamos também de fraldas e materiais para curativo”, apelou a mãe da menina, Edilza Maciel, de 37 anos.

Dona Edilza está desempregada e o dinheiro que o marido ganha não da pra fazer o exame e manter o bebê. A família disponibilizou um numero de contato para as pessoas que queiram ajudar nesse momento.

Telefone para contato 99120-1099, falar com Edilza.

O problema

O caso de Emile é um defeito congênito.  O ânus está bloqueado ou não tem abertura. Segundo registros da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, a proporção de bebês que nascem com essa anomalia é de 1 para 5 mil, sendo que os meninos são mais afetados que as meninas.

A má-formação se dá no útero, no período entre a quinta e a sétima semanas de gravidez. Não se conhece a causa. Em geral, ocorre juntamente com outros defeitos do reto.

Compartilhamentos