Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA – 

O gerente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Irapuan de Menezes Braga, está no Amapá inspecionando obras financiadas pela instituição. Na tarde desta terça-feira, 1º, em companhia do governador do Estado Waldez Góes, ele visitou a obra da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que está sendo construída no Bairro Zerão, Zona Sul de Macapá. A obra, orçada em mais de R$ 3 milhões, ficou paralisada por seis meses, mas segundo o governador, dentro de cinco meses ela será entregue.

O início dos trabalhos ocorreu em Abril de 2014, e quando foi paralisada, em janeiro de 2016,  já estava com cerca de 38% da sua estrutura concluída. Um aditivo ao orçamento original teve que ser solicitado, pois, segundo o engenheiro responsável, por questões estruturais do terreno, um novo piso para estacionamento teve que ser construído. Depois de concluída, a UPA funcionará 24 horas com atendimento clínico de baixa complexidade.

A UPA da Zona Sul foi uma das obras inspecionadas nesta terça-feira. Fotos: André Silva

A UPA da Zona Sul foi uma das obras inspecionadas nesta terça-feira. Fotos: André Silva

“Essa é uma obra de extrema importância para o governo do Estado e para toda a população, que será a maior beneficiada. Esperamos atender não só as pessoas que moram no Bairro Zerão, mas todos de todos os bairros do entorno. Esperamos entregar essa obra para população de Macapá dentro de cinco meses”, afirmou Góes.

Irapuan de Menezes já visitou as obras do Hospital da Criança, estrada de Mazagão e a ponte do sobre o rio Matapi. Nesta quarta-feira, 2, o gerente vai inspecionar obras de mobilidade urbana, as rodovias AP-070, AP-340 e a maternidade em construção na Zona Norte.

Nesta quarta-feira, 2, a equipe vai visitar as obras de mobilidade urbana e rodovias

Nesta quarta-feira, 2, a equipe vai visitar as obras de mobilidade urbana e rodovias

“Estamos fazendo uma inspeção física e financeira das obras. O governo do Amapá tem aporte de empréstimo de R$ 960 milhões. Hoje o Estado já tem aprovado cerca de R$ 600 milhões para projetos de infraestrutura, e conforme projetos forem apresentados mais recursos são liberados”, enfatizou Menezes.

Compartilhamentos