Compartilhamentos

OLHO DE BOTO –

Um homem procurado por homicídio e assaltos nos estados do Amapá e do Pará foi morto por policiais do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) durante o apoio a uma equipe do 1º Batalhão da PM no lugar conhecido como “Invasão do Zeca Diabo”, no Bairro do Araxá, na Zona Sul de Macapá. Os policiais checavam uma denúncia de disparo de arma de fogo.

O criminoso foi socorrido ainda com vida pelos policiais. Foto divulgada pelo BRPM

O criminoso foi socorrido ainda com vida pelos policiais. Foto divulgada pelo BRPM

A intervenção policial ocorreu no fim da tarde desta terça-feira, 29. Duas viaturas do BRPM foram enviadas para auxiliar o 1º BPM. Os policiais cercaram a área e se depararam com dois indivíduos em fuga e armados. A equipe informou que durante a perseguição os bandidos dispararam contra a guarnição que precisou revidar alvejando um dos suspeitos. Ele foi levado até o Hospital de Emergência de Macapá pela própria equipe, mas depois teve o óbito confirmado.

Criminoso foi preso na primeira vez com o nome falso de Rangel. Foto: Iapen

Criminoso foi preso na primeira vez com o nome falso de Rangel. Foto: Iapen

“Puxamos o histórico dele. Quando ele foi preso pela primeira vez aqui em Macapá, por assalto, ele se identificou como Rangel Lopes Gomes. Ele conseguiu fugir do Iapen e foi para o Pará aonde cometeu um homicídio. Lá ele foi preso e também fugiu retornando para Macapá”, informou o comandante do BRPM, coronel Carlos Mathias.

A Polícia Militar descobriu o verdadeiro nome do criminoso. Na verdade ele se chamava Rosiel Lopes Gomes, e tinha dois mandados de prisão por homicídio e assalto.

“Esse tipo de pessoa não tem nada a perder. Quem tem a perder é o policial trabalhando e a sociedade. Ele disparou a esmo e podia ter ferido um inocente”, ponderou o comandante ao analisar a decisão do bandido de atirar nos policiais.

Compartilhamentos