Compartilhamentos

OLHO DE BOTO –

Uma discussão no trânsito com os carros em movimento terminou de maneira trágica na Rodovia JK, a poucos metros da rotatória do Conjunto da Embrapa, no fim da tarde desta sexta-feira, 11. Um pedreiro que voltava para casa depois do trabalho morreu no local.

A tragédia aconteceu por volta das 17h30min. O pedreiro Raimundo Pereira Valente, de 55 anos, e o filho dele, Edmilson Azevedo Valente, de idade não informada, voltavam para o Bairro Universidade, na Zona Sul de Macapá, depois de mais um dia trabalhando em uma obra.

Edmilson relatou aos policiais que ele e o pai, que vinha na garupa, pararam próximo da rotatória esperando o melhor momento de entrar na rua que dá acesso ao Conjunto da Embrapa. O trânsito estava intenso, e os dois aguardavam pacientemente no meio-fio, fora da pista.

O pedreiro morreu no local do acidente. Fotos: Olho de Boto

O pedreiro morreu no local do acidente. Fotos: Olho de Boto

“De repente apareceu o carro e pegou a gente”, contou Edmilson que conseguiu desviar do veículo, mas o pai não teve a mesma habilidade e morreu ainda no local.

Não foi um mero acidente. Segundo uma testemunha que é policial militar, o motorista dos Correios e o motorista de uma picape Montana placas NEK 6451 vinham discutindo na rodovia.

“Um carro fechava o outro, e quando chegou perto da rotatória o carro do Correio perdeu o controle a atingiu o ciclista”, informou o sargento PM R.Nunes.

"Os dois vinham fechando um ao outro", relatou um sargento da PM

“Os dois vinham fechando um ao outro”, relatou um sargento da PM

O motorista da Montana fugiu do local, mas foi perseguido por uma viatura do 1º Batalhão da PM e acabou sendo detido. Ele e o motorista dos Correios foram apresentados no Ciosp do Pacoval e serão indiciados.  

Compartilhamentos