Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA –

O Feirão de Bicicletas promovido pelo Instituto Joel Magalhães (Ijoma) na quadra da Igreja Jesus de Nazaré, Bairro Jesus de Nazaré, na manhã desta terça-feira, 8, não deu pra quem quis. Todas as 267 bicicletas foram vendidas em menos de uma hora. Teve gente que levou uma magrela para cada membro da família.

O Feirão tinha a previsão de ocorrer de 8h às 12h desta terça, mas antes das 9h todas as bicicletas já haviam sido arrematadas. As cunhadas Simone Siqueira e Josiane Nascimento compraram 5 bicicletas por R$ 75, uma para cada membro da família.

Cunhadas Josiane e Simone: uma bicicleta para cada membro da família

Cunhadas Josiane e Simone: uma bicicleta para cada membro da família

“Comprei uma pra mim, pra minha cunhada, meu marido, meu irmão e meu pai. Vamos reformar elas e usar para trabalhar, ir ao comércio e até visitar parentes. Com esse preço temos mais que aproveitar mesmo”, frisou Simone Siqueira, de 20 anos.

Feirão foi realizado na quadra da Igreja Jesus de Nazaré

Feirão foi realizado na quadra da Igreja Jesus de Nazaré

Enquanto as cunhadas compraram o meio de transporte para passeio, o técnico de enfermagem, Zanilson Ramos, de 38 anos, chegou cedo para garantir uma bicicleta para ir ao trabalho que é um pouco longe da casa dele.

“Cheguei atrasado e fui logo procurando uma bicicleta pra mim. Quero usar para ir ao trabalho. Vou gastar uns R$ 100 pra restaurar ela, mas será mais econômico do que comprar uma nova de loja”, garantiu o técnico.

Zanilson Ramos vai gastar  mais R$ 100 para restaurar: "mesmo ainda ainda é mais barato do que na loja"

Zanilson Ramos vai gastar mais R$ 100 para restaurar: “mesmo ainda ainda é mais barato do que na loja”

As 267 bicicletas foram doadas pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do Pacoval ao Ijoma. A maioria foi aprendida pela polícia como fruto de roubo ou furto, porém, os verdadeiros donos nunca foram atrás e as bicicletas estavam se deteriorando há anos na garagem do Ciosp.

“Acreditamos que esse feirão gere R$4 mil. Hoje precisamos de R$ 150 mil para terminar as obras do Ijoma, pode parecer pouco, mas é uma grande ajuda. Teremos o Natal Solidário e outros eventos para angariar dinheiro para nosso prédio e agradecemos a população pela ajuda”, enfatizou Márcio Bezerra, diretor de Relações Públicas do Ijoma.

Compartilhamentos