Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA – 

A partir desta quarta-feira, 3, estará aberto o cadastro para pessoas interessadas em adquirir um apartamento no residencial Jardim Açucena, que está sendo construído pela prefeitura de Macapá, com recursos da Caixa Econômica Federal, na Avenida 13 de setembro, no Bairro Buritizal, área da antiga usina de asfalto.

Serão 1.500 unidades habitacionais em um espaço de 97 mil metros quadrados. Ao todo, são 75 blocos de apartamentos. Cada moradia terá 50 metros quadrados contendo uma sala, dois quartos, banheiro e cozinha.

Para participar do processo de seleção, o interessado deve atender algumas condições, como ter renda de até R$ 1.600 e não possuir imóvel em seu nome.

Alguns apartamentos já estão recebendo a pavimentação interna. Fotos: Cássia Lima

Alguns apartamentos já estão recebendo a pavimentação interna. Fotos: Cássia Lima

Na hora da seleção, outros critérios serão levados em consideração: mulheres chefes de famílias, membro da família deficiente e morar em áreas insalubres. Também será observado famílias que habitam no mesmo espaço, pessoas que moram mais de três quilômetros do trabalho.

O projeto do residencial prevê uma Unidade Básica de Saúde (UBS), quadra poliesportiva, uma praça, estacionamento e uma área verde. A proposta contempla parcelas mensais de mínimo de R$ 25 e no máximo R$ 75. Atualmente 40% da obra está concluída.

Cadastro habitacional

Maior controle de dados é um dos objetivos do novo cadastro habitacional, que foi apresentado pela prefeitura de Macapá na terça-feira, 1º, e que será usado para o residencial Jardim Açucena. Segundo a Coordenação Geral do Comitê Gestor do Minha Casa Minha Vida, o sistema permite mais controle de informações.

Estão sendo construídos 75 blocos com 1.500 apartamentos

Estão sendo construídos 75 blocos com 1.500 apartamentos

O Habit, como foi chamado o novo sistema, é autodeclaratório e possibilita que o inscrito veja como anda o seu cadastro, quantos critérios ele preencheu e qual grupo que ele será colocado. Além disso, ajuda a mapear aqueles que usam de má fé na hora de preencher os dados.

“O novo sistema nos possibilita ter mais controle de informações, como a hora que o usuário entrou no sistema, se ele preencheu os dados e depois alterou, quais os bairros que possuem mais acessos, se os inscritos são mais homens ou mulheres. Tudo isso, em tempo real, nos ajuda a combater aqueles espertinhos”, frisou a coordenadora do Comitê Gestor, Mônica Dias.

Mônica Dias: entrega dos apartamentos deve acontecer no segundo semestre de 2016

Mônica Dias: entrega dos apartamentos deve acontecer no segundo semestre de 2016

“Nosso objetivo é terminar o processo de seleção até março do ano que vem e fazer uma força tarefa para que essas famílias recebam suas moradias até o segundo semestre de 2016. Prevemos que essa seleção será mais rápida que a do conjunto São José, por ter um edital mais transparente e fechado em relação aos critérios”, frisou a coordenadora.

Amanhã, às 11h, o residencial receberá uma visita técnica monitorada pelo prefeito de Macapá, Clécio Luís, vereadores e a Coordenação Geral do Comitê Gestor do Minha Casa Minha Vida. O objetivo é verificar o andamento das obras e se as etapas do projeto estão sendo cumpridas.

Compartilhamentos