Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA – 

Um dos bandidos mais perigosos do Estado, conhecido como Neguinho da Balada, voltou à Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DECCP) nesta quinta-feira, 3, chamado pelo delegado Glemerson Arandes. Testemunhas de um assalto a uma clínica médica que aconteceu em setembro, esperavam por ele para fazer o reconhecimento.

“É difícil esquecer aqueles olhos. Eles entraram e anunciaram o assalto. Roubaram todo mundo. Levaram celulares, dinheiro, relógios. Foi horrível”, contou uma das vítimas, apontando para Neguinho.

Delegado Glmerson Arandes é responsável pelo caso

Delegado Glemerson Arandes é responsável pelo caso. Fotos: André Silva

O bandido, que já completou 18 anos, continua preso no Centro de Internação Masculina (Cesein), onde cumpre medida socioeducativa pelo assassinato de uma jovem de 16 anos no município de Laranjal do Jari, em fevereiro deste ano. Oriane Rodrigues foi morta com um tiro na cabeça.

Oriane morreu dois dias depois no HE, em Macapá. Foto: Facebook

Oriane morreu dois dias depois no HE, em Macapá. Foto: Facebook

Neguinho da Balada, apesar de já ter fugido três vezes do Cesein, continua na instituição até decisão judicial. Foi numa dessas fugas que ela participou do assalto à clínica.

Cinco testemunhas do assalto reconheceram Neguinho. Ele também é acusado de outros roubos na cidade, e é conhecido pela violência com que aborda as pessoas. Como o crime foi praticado quando Neguinho já tinha 18 anos, ele poderá ir para o Iapen em breve.

Compartilhamentos