Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

O carnaval começa antecipado em Macapá. No próximo domingo, 31, a Confraria Tucuju realiza a 13ª edição da tradicional batalha de confetes no Largo dos Inocentes. A festa com entrada gratuita é para toda a família. Este ano a programação é embalada pelas bandas Moara e Saka-Rolha.

A batalha de confetes ocorre desde 2004, com apresentação de bandas, escolha das fantasias mais originais, e muito confetes. As crianças têm programação especial com desfiles de fantasias.

Macapá volta ao passado com a batalha de confetes da Confraria Tucuju. Fotos: Márcia do Carmo

Macapá volta ao passado com a batalha de confetes da Confraria Tucuju. Fotos: Márcia do Carmo

A batalha de confetes busca valorizar os primeiros carnavais em Macapá, na década de 50, introduzido por operários paraenses vindos para construir os primeiros prédios da capital. Os foliões fundaram os primeiros blocos de sujos, dando início às batalhas de confetes que precederam as escolas de samba.

“Nossa batalha não tem competição de blocos, mas muitos confetes e fantasias. Qualquer pessoa pode participar. É uma festa para a família e tem segurança garantida”, destacou a presidente da Confraria, Telma Duarte.

As crianças têm espaço garantido na batalha de confetes

As crianças têm espaço garantido na batalha de confetes

A Confraria preserva o repertório com músicas tradicionais tipo marchinhas e sambas de enredo, que são apreciadas por adultos, jovens e crianças, que vão para o Largo dos Inocentes fantasiadas ou não.

“Buscamos fazer o resgate das músicas e tradições das festas onde toda a família pode participar. Onde as crianças podem dançar e viver os bailes infantis da década de 60 e 70”, explicou Telma.

O evento inicia às 18h e encerra à meia-noite. No intervalo entre as bandas está programada apresentação de escolas de samba. As fantasias infantis mais criativas serão premiadas. Os sacos de confetes serão distribuídos gratuitamente e haverá chuva de papel metálico.

Compartilhamentos