Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O comerciante que estava desaparecido desde a tarde da última segunda-feira,11, foi encontrado em um terreno rural no município de Tartarugalzinho, município a 232 quilômetros de Macapá. Ele estava, segundo informações dadas por colegas, “esfriando a cabeça”.

Os parentes de Flávio Adelino dos Santos, de 39 anos, estavam fazendo buscas em ramais, rodovias e municípios próximos da capital.

Eles perguntavam em postos de combustíveis e em mercearias espalhadas ao longo das estradas, e colheram informações que os levaram até um terreno particular que pertence a um amigo de Flávio em Tartarugalzinho.

Flávio estava no sítio de um amigo depois de uma briga com a esposa. Foto: Facebook

Flávio estava no sítio de um amigo depois de uma briga com a esposa. Foto: Facebook

Ele foi dado como desaparecido oficialmente na terça-feira, 12. Segundo informações da família, ele havia saído para fazer compras às 15h45min e não retornou.

Flávio é proprietário de um estabelecimento localizado no conjunto Parque dos Buritis, no Infraero 2, Zona Norte de Macapá. O desaparecimento dele causou comoção no bairro por se tratar de uma pessoa carismática e muito querida por vizinhos, fregueses e fornecedores. As fotos do comerciante com pedidos de informações sobre seu paradeiro estavam espalhadas em todas as redes sociais, especialmente no Whatsaap.

A família já acreditava no pior, principalmente depois que uma vizinha revelou ter visto homens tentando cortar os fios das câmeras de segurança da área externa do imóvel do comerciante.

Na verdade, segundo funcionários, Flávio havia discutido com a mulher e resolveu sumir. 

Compartilhamentos