Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O curso de língua francesa oferecido pelo Centro Danielle Mitterrand vai passar por mudanças na sua estrutura curricular, principalmente no que diz respeito o período de execução. Hoje o curso básico dura dois anos e meio, mas com as mudanças esse tempo vai cair para um ano, segundo a Secretaria de Estado da Educação (Seed). O curso também não é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

“Sempre foi assim. Todos sabem que o curso não é reconhecido pelo MEC. O importa no momento são as mudanças que devem ser feitas no sentido de mudar o tempo para a conclusão do curso. São apenas 400 horas e não há necessidade de prender o aluno por dois anos e meio em um curso que pode ser concluído em um ano”, explicou o gerente do Núcleo de Cursos Profissionalizante da Seed, Antônio Costa.

O Centro Danielle Mitterrand vai abrir novas vagas já com as mudanças. Fotos: André Silva

O Centro Danielle Mitterrand vai abrir novas vagas já com as mudanças. Fotos: André Silva

Mas existem alunos não concordam com o gerente da Seed quanto à validade do curso. Alguns, inclusive foram pegos de surpresa com essa informação.

“Num primeiro momento, a questão da validade parece não prejudicar tanto. Mas por outro lado, nós investimos recursos em uma coisa que até então acreditávamos ter alguma validade. Nós gastamos recursos financeiros e tempo também”, disse a funcionária pública e ex-aluna do centro, Vivian Figueira.

Antônio Costa, da Seed: não tem necessidade do aluno ficar todo esse tempo na escola

Antônio Costa, da Seed: não tem necessidade do aluno ficar todo esse tempo na escola

O edital do processo seletivo para novos alunos está programado para ser lançado no dia 26 deste mês mas. Antônio Costa enfatizou que as mudanças já estarão valendo.

“Está tudo pronto, mas para que as mudanças comecem a vigorar depende apenas da decisão da secretária de educação, Conceição Medeiros”, concluiu o gerente.

Compartilhamentos