Compartilhamentos

DA REDAÇÃO 

O ramal que no futuro será a interligação entre as duas rodovias urbanas mais importantes do Amapá, a Norte-Sul e a Duca Serra, na Zona Oeste de Macapá, virou de vez uma lixeira pública. Fruto da falta de educação, mas também da omissão do poder público.

São cerca de 300 metros de lixo e entulho. Fotos: Seles Nafes

São cerca de 300 metros de lixo e entulho. Fotos: Seles Nafes

Moradores das proximidades, que não querem se identificar, dizem que o lixo e o entulho chegam de longe, geralmente levados por caminhões e picapes. O horário preferido para descarregar tudo é à noite ou durante a madrugada.

Sacos de lixo se misturam a entulhos

Sacos de lixo se misturam a entulhos

No lixão, é possível ver sacos de lixo doméstico, mas a maioria é resto de açougue, material de construção, entulhos de quintais, louças sanitárias e até restos de móveis. O cheiro é insuportável.

Até agora, nenhuma ação foi feita para desobstruir o ramal ou ao menos colocar uma placa advertindo sobre o péssimo hábito.

Restos de açougue. O odor é forte

Restos de açougue espalhados por todo o canto. O odor é forte

Compartilhamentos