Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A denúncia feita por pescadores do município de Ferreira Gomes sobre o aparecimento de mais peixes mortos no rio Araguari, na área de entorno das obras da hidrelétrica Cachoeira Caldeirão, está sendo investigada pelo o Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap), que ficou de emitir um laudo técnico sobre o caso na próxima quarta-feira, 27.

 Mais peixes mortos apareceram no domingo, dia 24 de janeiro, nas proximidades da hidrelétrica Cachoeira Caldeirão. Os moradores da região dizem que não viram nenhuma atividade na hidrelétrica, mas eles não conseguem explicar porque a mortandade continua. Alguns peixes apresentam os olhos saltados para fora, um os sinais de morte por embolia, o excesso de oxigênio no sangue.

Técnicos do Imap já estiveram na área e realizaram vários tipos de análises para identificar as possíveis causas da mortandade das espécies. A empresa, responsável pela hidrelétrica, foi notificada para apresentar informações sobre qualquer movimentação de máquinas e procedimentos adotados como a utilização de produtos. 

Um laudo sobre o resultado da investigação tem previsão para ser divulgado na próxima quarta-feira, dia 27. Se for constatada alguma alteração, a empresa deve ser multada e obrigada a corrigir as falhas.

Compartilhamentos