Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Uma operação realizada no início da tarde desta sexta-feira, 22, pela Delegacia Especializada em Tóxicos e Entorpecentes da Polícia Civil do Amapá (DTE), terminou na apreensão de aproximadamente 2 quilos de maconha e outras drogas em uma casa no Bairro do Congós, na Zona Sul de Macapá. Quando a polícia chegou, vários traficantes estavam reunidos na residência.

A polícia já sabia que um carregamento grande de maconha havia chegado na área de pontes que começa na 16ª Avenida do Congós.

Uma cadela do Bope encontrou as drogas. Fotos: Olho de Boto

Uma cadela do Bope encontrou as drogas. Fotos: Olho de Boto

“É uma ponte muito extensa. Não é uma ponte que você começa a andar e logo termina. É muito grande mesmo, e a gente ainda não tinha identificado a casa onde a drogava estava”, comentou o titular da DTE, Ronaldo Coelho.

Quando os policiais civis e militares começaram a se aproximar do local, várias pessoas saíram correndo de dentro da casa, provavelmente avisadas por algum vigia do tráfico. Os criminosos se atiraram no lago, e a maioria desapareceu no meio da vegetação, menos Fábio Alves Nunes, de 18 anos, que ainda não tinha passagem pela polícia.

Fábio ainda não tinha passagem pela polícia, e confessou que estava ali para comprar 250 gramas de maconha

Fábio ainda não tinha passagem pela polícia, e confessou que estava ali para comprar 250 gramas de maconha

“Era uma reunião de traficantes que estavam indo pra um determinado local pra distribuir a droga. O que foi preso disse que foi a casa buscar 250 gramas de maconha”, informou o delegado.

A proprietária da residência foi conduzida para o Ciosp do Pacoval por suspeita de ser uma das responsáveis pela droga. O nome não foi divulgado, mas ela já possui uma condenação por assalto e estava cumprindo o restante da pena em liberdade.

“Ele (Fábio) confessa que foi lá na casa dela pegar a droga. Ainda estamos investigando qual era a participação da mulher”, comentou o delegado.

Sacos com o que parece ser crack também foram encontrados na residência

Sacos com o que parece ser crack também foram encontrados na residência

Uma cadela do Batalhão de Operações Especiais (Bope) ajudou os policiais a encontrar as drogas. Pacotes estavam escondidos no meio da vegetação e também no interior do imóvel, além de material de embalagem e balança de precisão.

Whatsaap

Sobre a área de pontes extensas, Ronaldo Coelho disse que recebeu denúncias da atuação de outros traficantes na região.

“Gradativamente, um a um iremos tirando de circulação”, garantiu, pedindo que a população mande fotos, vídeos ou informações para o Whatsaap da DTE, que é o 9-99202-2000.

Compartilhamentos