Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Uma morte estúpida e inesperada. Essa é a opinião de moradores sobre o que aconteceu com o auxiliar de serviços gerais Josimar de Jesus Picanço, de 32 anos. Na tarde desta quinta-feira, 14, ele estava discutindo por causa de uma partida de dominó quando foi atingido por um tijolo arremessado por um vizinho.

O crime aconteceu por volta das 17h30min na Avenida Euclides Rodrigues Franco Mont’Alverne, no Bairro Novo Horizonte, Zona Norte de Macapá. De acordo com testemunhas, Josimar estava jogando dominó com amigos no fundo do quintal da casa onde morava desde às 15h30min quando houve uma discussão por causa do jogo.

Local onde Josimar jogava dominó e bebia com amigos. Fotos: Olho de Boto

Local onde Josimar jogava dominó e bebia com amigos. Fotos: Olho de Boto

Quando tudo parecia já contornado, um vizinho identificado por enquanto apenas como Jaime, apareceu com um tijolo na mão e acertou a cabeça de Josimar que caiu já inconsciente. O agressor fugiu.

Os amigos pensavam que não era nada sério, e que Josimar estava caído também por causa do efeito da bebida. Foi quando um deles percebeu que era mais sério e resolveu chamar uma ambulância do Samu. Quando a ambulância chegou, a vítima já estava morta.

Talvez por causa disso, parentes acharam que o socorro demorou a chegar.

“Meu filho nunca se meteu em confusão. Todos aí eram amigos. O problema é que a ambulância demorou. Eu moro no Renascer e cheguei ainda primeiro que a ambulância”, queixou-se o pai de Josimar, Manoel da Silva Picanço.

Foi o segundo filho dele assassinado. O primeiro foi morto no ano passado em circunstâncias que o pai não explicou.

Corpo foi removido por volta das 19h

Corpo foi removido por volta das 19h

A Polícia Militar fez buscas no bairro atrás de Jaime, mas até o início da noite ele não tinha sido encontrado. Josimar era considerado trabalhador e querido pelos vizinhos. Ele fazia todo tipo de trabalho braçal e lavava carros.

Na semana que vem, ele ia começar a trabalhar em uma empresa de asseio que presta serviços a um hospital público. Ele era casado e deixa três filhos. O corpo foi removido pela Polícia Técnica por volta das 19h.

Compartilhamentos