Compartilhamentos

SELES NAFES

A Polícia Civil do Amapá anunciou a prisão do único suspeito do assassinato do motoboy Elqui do Vale Nascimento, de 24 anos. O acusado foi a última pessoa a ser vista com a vítima que passou cinco dias desaparecida. A polícia afirma que o acusado usou o celular da vítima um dia depois do crime.

O corpo de Elqui foi encontrado com sinais de estrangulamento em um ramal próximo da Rodovia Norte-Sul, na Zona Norte de Macapá. Ele tinha uma corda de nylon enrolada no pescoço, estava sem uma aliança e a moto desapareceu.

O corpo de Elqui foi encontrado cinco dias depois em um ramal. Ele foi morto com uma corda de nylon. Foto: Arquivo

O corpo de Elqui foi encontrado cinco dias depois em um ramal. Ele foi morto com uma corda de nylon. Foto: Arquivo

Na manhã do dia 19, Elqui tinha saído de casa para distribuir currículos, e à noite foi a um show. Testemunhas afirmaram à polícia durante as investigações que, depois do show, Elqui foi até a orla onde conheceu o futuro assassino. Os dois chegaram a beber juntos e foram vistos pela última vez abastecendo a moto da vítima.

A Justiça decretou a prisão preventiva de Anderson Mitri, morador do Bairro do Muca, na Zona Sul. Ele foi preso em Ferreira Gomes e já está no Iapen. Ele nega a autoria do crime. A polícia ainda procura pela moto da vítima e ainda não sabe a motivação do crime.

Compartilhamentos