Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

O Núcleo de Operações e Inteligência da Polícia Civil (NOI) prendeu na manhã desta sexta-feira, 8, na Rodovia JK, seis pessoas acusadas de fazerem parte de uma quadrinha especializada em arrombamento de caixas eletrônicos. Os criminosos haviam acabado de roubar o depósito da Top Internacional. A quantidade de produtos roubados surpreendeu a polícia.

Cinco dos seis membros da quadrilha que foi presa pelo NOI

Cinco dos seis membros da quadrilha que foi presa pelo NOI

Os presos são suspeitos de dois arrombamentos do caixa eletrônico que fica nas dependências da Secretaria de Estado da Educação (Seed), no Centro de Macapá e a loja Tork Importadora. A polícia também suspeita que a quadrilha é responsável pela explosão e roubo de caixas eletrônicos no município de Porto Grande em 2015. Segundo o delegado Sidney Leite, apesar de dois participantes da quadrilha terem escapado, a operação foi considerada um sucesso.

A quantidade de produtos roubados surpreendeu a polícia. Fotos: Cássia Lima

A quantidade de produtos roubados surpreendeu a polícia. Fotos: Cássia Lima

“Passamos de 21h de ontem até ás 3h da madrugada de hoje na cola de um deles. Por meio de uma denúncia, soubemos do roubo na TOP e ficamos de campana. Na abordagem ainda trocamos tiros com eles. De oito suspeitos conseguimos prender seis. Um deles é um dos grandes ladrões de caixas eletrônicos”, frisou o delegado.

O criminoso citado pelo delegado é Alan Ferreira da Silva, de 33 anos. Ele é suspeito de comandar vários assaltos e explosões de caixas eletrônicos em Macapá e outros municípios do Estado. Foram presos ainda, Márcio Ferreira da Silva, de  30 nos; Carlos Henrique Ribeiro Santos, de 23 anos; Jonatas Braga, de 47 anos; Anderson Barros do Nascimento, de 28 anos e João Carlos, de idade não informada.

Delegado Sidney Leite: temos certeza

Delegado Sidney Leite: temos certeza que eles são responsáveis por arrombamentos de caixas eletrônicos

A quadrilha foi presa com dois carros roubados, sendo um Fox e um Corsa sedan, além de um aparelho de som, dois computadores, 10 tabletes, uma câmera digital, 10 kits de maquiagem e mais de 100 frascos de perfumes importados. Entretanto, o que mais chamou atenção da polícia foi um maçarico, uma bomba de gás e outra de nitrogênio.

“Temos certeza que esse equipamento era usado para estourar caixas eletrônicos. Eles possuem muitas chaves e alicates para danificar sistemas de segurança. Eles entraram e saíram do depósito da loja sem tocar nenhum alarme. Isso nos aponta que havia um informante da loja porque eles entraram exatamente pelo lado do telhado onde havia objetos de valor”, explicou o delegado.

Mais de 100 frascos de perfume foram encontrados com a quadrilha

Mais de 100 frascos de perfume foram encontrados com a quadrilha

De acordo com o gerente da Top, essa é a quarta vez que a loja foi roubada. O gerente disse ainda, que sentiu falta de outros produtos, entre eles uma televisão de 40 polegadas. Ele que não quis gravar entrevista e também não soube estimar o valor do prejuízo.

Compartilhamentos