Compartilhamentos

RAPHAELA CARRERA

O ano de 2016 começa com uma notícia que é um alento para a saúde pública do Amapá. Investimentos na ordem de mais de R$ 180 milhões, provenientes de emendas federais, deverão ser divididos entre Governo do Estado e as 16 prefeituras a partir da abertura do orçamento da União neste ano. 

O valor corresponde à soma de emendas individuais dos oito deputados federais,  três senadores e da bancada. Através das emendas impositivas, o recurso é liberado obrigatoriamente pela União. 

Serão R$ 82,5 milhões para as unidades estaduais e unidades básicas de saúde municipais, e R$ 100 milhões para a construção do Hospital da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

Há previsão para a liberação na ordem de R $ 80 milhões para obras de infraestrutura.

Para as prefeituras que apresentarem projetos e buscarem recursos para obras de infraestrutura, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) destinará mais 70 milhões.  Essa será a primeira vez que os parlamentares poderão acessar recursos da Sudam para o Estado. “Visitaremos todos os prefeitos para apresentar os projetos. Este é um recurso garantido a partir da apresentação e aprovação destes”, explica o coordenador da bancada federal, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

A proposta é liberar ao menos R$ 3 milhões para cada município, fora Macapá e Santana. 

Compartilhamentos