Compartilhamentos

 

OLHO DE BOTO

Uma tentativa de assalto no Bairro do Congós, na Zona Sul de Macapá, no fim da noite desta quarta-feira, 13, terminou em luta corporal entre a vítima e um dos assaltantes que estava armado com revólver. O bandido chegou a apertar o gatilho várias vezes, mas a arma falhou.

O crime ocorreu por volta das 22h30min, na 17ª Avenida do Congós. Dois irmãos estavam caminhando em direção à arena do bairro para jogar futebol quando ouviram uma voz mandando entregar o celular. Era o bandido apontando um revólver para os dois que custaram a entender o que acontecia.

Quatro munições falharam. Fotos: Olho de Boto

Quatro munições falharam. Fotos: Olho de Boto

“Eu ouvi uma voz, mas pensei que era brincadeira de alguém, por isso não virei logo para ver”, comentou um dos irmãos no Ciosp do Pacoval.

Um deles decidiu reagir num momento em que ficou muito próximo da arma do bandido. A vítima agarrou a mão com que o assaltante segurava o revólver para tentar arrancar a arma. O bandido puxou o gatilho, mas a munição velha demais acabou não deflagrando, para a sorte dos rapazes.

Cercado por populares, bandido tentou enganar dizendo que ele era a vítima

Cercado por populares, bandido tentou enganar dizendo que ele era a vítima

“Eu e meu irmão conseguimos derrubar ele. O bandido ainda disparou quatro vezes, mas graças a Deus a arma não funcionou”, lembrou.

Depois de alguns instantes de luta, os irmãos conseguiram desarmar o bandido que saiu correndo, mas foi alcançado por populares que o cercaram. O bandido ainda tentou enganar alguns populares afirmando que ele é que tinha sido vítima de assalto pelos dois irmãos. Claro que ninguém acreditou. Começou então a tradicional sessão de espancamento, que só cessou com a chegada de uma viatura da Polícia Militar.

O bandido foi identificado como Richard Dimitre Silva dos Santos, o “Batman”, de 18 anos. Com ele foi apreendido um revólver calibre 32.

Compartilhamentos