Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Delegacia de Meio Ambiente da Polícia Civil do Amapá tem mais um caso de maus tratos a animais para resolver. Desta vez, o acusado é um advogado. Segundo testemunhas, ele jogou água fervendo em um cachorro de rua causando queimaduras de 2º e 3º graus no animal.

O crime aconteceu na Avenida  Procópio Rola, no Bairro Jesus de Nazaré, na madrugada desta quarta-feira, 24. A vítima foi uma cadela de rua que costumava dormir na frente da casa do advogado.

“Ela tem muito carrapato. Os vizinhos já tinham ouvido ele dizer que iria fazer isso se a cadela continuasse espalhando carrapatos na frente de sua residência”, comentou Victor Hugo, da ONG Unidade de Proteção Animal Costelinha.

Nesta madrugada, o advogado cumpriu a ameaça e atirou água fervente no animal que gritou muito e acordou a vizinhança.

“Ainda de madrugada os vizinhos foram na casa dele e depois fizeram o boletim de ocorrência na delegacia”, comento o ativista.

Os gritos do animal acordaram vizinhos que foram até a delegacia de polícia registrar oorrência. Fotos: Upac

Os gritos do animal acordaram vizinhos que foram até a delegacia de polícia registrar oorrência. Fotos: Upac

A cadela foi levada pela ONG até uma clínica onde está em tratamento.

“Ela está sentindo muita dor, mas não corre risco de morte. Quando ela sair da clínica ficará na casa de um vizinho com a nossa assistência. Posteriormente estaremos encaminhando para adoção”, concluiu Hugo.  

Compartilhamentos