Compartilhamentos

GRAZIELA MIRANDA

A Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) vai realizar na próxima sexta-feira, 19, uma audiência pública para discutir o perigo de uma possível epidemia de zika no Amapá, além de avaliar o atual quadro epidemiológico envolvendo a febre chikungunya e a dengue. A proposta é do deputado estadual Antônio Furlan (PTB), que é médico. A sessão está marcada para as 9h. 

O objetivo é ajudar a esclarecer sobre os mecanismos de transmissão da zika, os principais sintomas e o tratamento desta doença, além de avaliar a incidência de casos da febre chikungunya e da dengue, as outras duas doenças que também são transmitidas pelo mosquito aedes aegypti.

Deputado Antônio Furlan: ações integradas. Foto: Graziela Miranda

Deputado Antônio Furlan: ações integradas. Foto: Graziela Miranda

A audiência vai discutir também qual é a estratégia de combate à zika na Guiana Francesa e a situação atual da endemia naquele departamento francês. Para isso, a audiência pretende reunir a Vigilância em Saúde, o Exército e representantes do governo da Guiana Francesa, onde já foram confirmados vinte casos de zika.

A audiência pública pretende propor a criação de medidas integradas entre estado, municípios, instituições militares, Ministério Público e outros entes.

“Precisamos conscientizar a população e as autoridades constituídas e de organizações civis da gravidade que é este problema hoje em nível de mundo. Temos que conscientizar a população da importância de limpar os quintais e os arredores das nossas casas. Por isso é muito importante que a população compareça e participe desta audiência, onde serão tiradas dúvidas sobre os sintomas da zika e a relação dela com microcefalias, por exemplo”, justificou o deputado Furlan.

Compartilhamentos