Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Parece que os amapaenses vão passar por mais uma alta no preço da farinha de mandioca. Nos supermercados, o preço do quilo já chega a quase R$ 6,00, e o litro nas feiras pode alcançar a casa dos R$ 4,50.

No segundo semestre de 2012, os amapaenses levaram um susto quando foram ao mercado e encontraram o preço da farinha de mandioca a R$ 9,00. Na época, a principal causa foi a falta de incentivo ao pequeno produtor, principal fornecedor do produto.

Neste ano, ao que tudo indica, o amapaense terá que amargar mais uma alta. Hoje, nas feiras, o preço mínimo do produto está em R$ 3,50, podendo chegar à casa dos R$ 4,50.

Sem incentivo e com chuvas, produção cai. Fotos: André Silva

Sem incentivo e com chuvas, produção cai. Fotos: André Silva

O produtor Raimundo Xavier, de 63 anos, é da comunidade do Cupixi, município de Porto Grande. Ele vende a farinha que produz na Feira do Produtor, no Bairro do Pacoval. 

“No ano passado a gente chegou a vender até  R$ 2,00. A planta fica ruim de enxugar, fica só água. Numa época boa você colhe seis sacas de mandioca, e no inverno colhe no máximo três, e aí não se produz mais a quantidade de antes”, explica o produtor.

Fernanda Larissa: pagando mais por menos

Fernanda Larissa: pagando mais por menos

Uma das causas apontadas também é a falta de incentivo por parte dos órgãos responsáveis por subsidiar a produção com materiais e insumos.

“Hoje nós aramos a terra sem ajuda de máquinas, então a gente acaba arando um pedaço menor de terra, e com isso se planta menos e se colhe menos também. Sem contar o custo que dá para trazer o produto até aqui”, queixa-se Raimundo.

écnico de enfermagem Edmar Soares: quem sofre é o consumidor

Técnico de enfermagem Edmar Soares: quem sofre é o consumidor

O técnico de enfermagem Edmar Soares, de 38 anos, diz que quem sofre na pele é o consumidor ao pagar mais caro por um produto com menor qualidade.

“Aqui no supermercado parece ser mais barato. Na feira a gente encontra o preço de até R$ 4,00 o litro, enquanto aqui o quilo chega a R$ 6,00”, compara.

Produção local vai para a Feira do Produtor

Produção local vai para a Feira do Produtor

A manicure Fernanda Larissa sempre vai à feira e tem tomado um susto com o preço do produto. “Eu estou achando muito caro. A qualidade ainda está boa, mas o preço…No ano passado eu pagava um preço mais baixo e levava mais. Esse ano parece que vai ser o contrário”, afirmou.

 

 

 

Compartilhamentos