Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Policiais militares de Santana conseguiram apreender no fim da noite desta quarta-feira, 10, o menor acusado de matar a própria mãe, a dona de casa Maria do Socorro da Silva Pereira, de 46 anos. Em um vídeo, já na delegacia de polícia, ele disse que faria tudo de novo.

O menor estava escondido em uma área de mata dentro do complexo da Zamin. As buscas por ele começaram por volta das 19h, cerca de uma hora depois do crime ocorrido na casa da família, na Travessa Ferreira Gomes, Área Portuária.

Maria do Socorro morreu no Hospital de Emergência de Santana. Foto: arquivo pessoal

Maria do Socorro morreu no Hospital de Emergência de Santana. Foto: arquivo pessoal

O assassinato ocorreu por volta das 18h. O agressor seria dependente químico, e a polícia suspeita que a discussão com a mãe começou quando ela se recusou a dar dinheiro ao filho, gerando nele um ataque de fúria.

Dentro da casa estava um irmão e uma cunhada, na parte superior do imóvel, que ainda tentaram salvar a vítima nos primeiros gritos de socorro. Eles chegaram a agredir o adolescente na cabeça, mas ele estava descontrolado e conseguiu desferir ao menos 10 facadas em Maria do Socorro, fugindo logo em seguida. Ela foi levada para o Hospital de Emergência de Santana onde acabou morrendo.

Além da polícia, populares também estavam ajudando nas buscas ao menor que será encaminhado ao Centro Socioeducativo de Internação Masculina (Cesein), em Macapá. A dona de casa será sepultada hoje no Cemitério São Francisco, na BR-210.

Compartilhamentos