Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

O corpo de um rapaz de 19 anos, que estava desaparecido desde a última terça-feira, 2, foi encontrado na tarde desta sexta-feira, 5, pelo próprio irmão do jovem, no Bairro do Araxá, Zona Sul da capital. A vítima foi morta e jogada dentro de um buraco em um canteiro de construção.

Local onde o corpo foi encontrado

Local onde o corpo foi encontrado. As “sapatas” estão cheias de água da chuva

O crime ocorreu no lugar conhecido como “Beco 2 da CPA”. Até o fim da tarde, o cadáver continuava dentro do buraco da fundação, conhecido por profissionais da construção civil como “sapata”.  

Bruno Vasconcelos Silva da Silva, era servente de pedreiro. Na última vez em que ele foi visto com vida, o jovem bebia com um vizinho. Depois que ele não voltou para casa, parentes passaram a ligar para o telefone do suspeito, mas sempre chamava e ninguém atendia. Isso se repetiu nos dias seguintes. 

Hoje, quando o corpo foi descoberto, o telefone do suspeito passou a dar sinal de desligado. Ele ainda não foi localizado. 

Crime aconteceu numa comunidade chamada de Beco Dois da CPA. Fotos: Olho de Boto

Crime aconteceu numa comunidade chamada de Beco Dois da CPA. Fotos: Olho de Boto

“Eles tinham uma boa relação. Sempre estavam por aqui, jogavam bola, bebiam”, comentou Rogério Vasconcelos, o irmão que encontrou o corpo.

A família chegou a registrar um boletim de ocorrência do desaparecimento na última quinta-feira, 4, e iniciou as buscas no bairro por conta própria, até que o corpo foi localizado dentro do buraco que está cheio da água da chuva. O rapaz está em posição fetal, e submerso.

Bruno tinha 19 anos e trabalhava como servente de obras

Bruno tinha 19 anos e trabalhava como servente de obras

Até às 18h20min, a Polícia Técnica ainda não tinha resgatado o corpo do rapaz de dentro do buraco

Compartilhamentos