Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Um estudo do Conselho Federal de Medicina (CFM) revelou que Macapá é a segunda capital brasileira que menos investe em saúde pública por habitante. Os dados são de 2014.

De acordo com o estudo, são apenas R$ 0,66 para cada pessoa por dia, somando um total de R$ 251 ao ano.

O dado mostra que o investimento por habitante na saúde está muito abaixo da média nacional que é de R$ 3,89, calculando um total de R$ 1.419,84 ao longo do ano. 

Macapá perde para o primeiro lugar, Salvador (BA), por apenas R$ 0,07. Na capital baiana o investimento é de apenas R$ 0,59.

A lista dos 10 piores tem a seguinte colocação:

1º  Salvador – R$ 0,59

2º  Macapá – R$ 0,66

3º Rio Branco (AC) – R$ 0,88

4º Manaus (AM) – R$ 0,99

5º Boa Vista (RR) – R$1,35

6º Porto Velho (RO) – R$ 1,49,

7º Florianópolis (SC) – R$ 1,55

8º São Paulo (SP) R$ 1,58

9º Natal (RN) – R$ 1,60

10º Palmas (TO) R$ 1,61

O lugar onde mais se investe na saúde por habitante diariamente é no Distrito Federal, com R$ 3,27.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que irá se pronunciar sobre o assunto ainda nesta segunda-feira, 29.

Compartilhamentos