Médicos e profissionais de enfermagem farão parte do GTA

Profissionais estão recebendo noções de atendimento para resgate aéreo
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Profissionais de saúde do Estado estão sendo treinados para atuar no resgate aéreo. Eles começaram a ser treinados por equipes do Grupo Tático Aéreo (GTA). As aulas começaram nesta segunda-feira, 15, na Academia Integrada de Formação e Aperfeiçoamento (Aifa), na Zona Oeste de Macapá.

Ao todo são 43 profissionais da Polícia Militar do Amapá, Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), entre médicos e pessoal de enfermagem. Eles estão recebendo informações sobre o helicóptero, regulamentação aérea, meteorologia e outras instruções.

Médicos e profissionais de enfermagem da PM, Samu e Corpo de Bombeiros fazem parte da turma. Fotos: Divulgação

Médicos e profissionais de enfermagem da PM, Samu e Corpo de Bombeiros fazem parte da turma. Fotos: Divulgação

Serão 10 dias de aulas teóricas e práticas que começarão no dia 24 com instruções de embarque e desembarque de pacientes equipamentos. Os alunos também passarão por treinos físicos em água e rapel.

“Algumas operações de transporte aeromédico exigem a presença de um profissional de saúde mais especializado, como um médico, por exemplo. Essa é a importância deste treinamento, porque vamos aprender procedimentos aéreos para o transporte de pacientes”, comentou o médico Edmilson Ribeiro.

“Todas as etapas do curso são eliminatórias. Trabalhar com aviação não tem margem para erros. Por isto, os participantes terão que se dedicar bastante”, comentou o comandante Rubem Júnior.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.