Compartilhe

Muita gente já deve ter ouvido falar e o lugar é bem frequentado. Mas não custa reforçar, porque se trata de um dos lugares mais agradáveis que já tive o prazer de visitar com a minha família. O Balneário do Mineiroca é perto, o banho um dos melhores do Estado, e a cozinha (à base da culinária mineira e amapaense), completa o passeio. Vale a pena!

entrada mineiroca

Para quem gosta de sair de Macapá pela BR-210, é só dobrar à direita no KM-34. Uma placa com o nome do Balneário do Mineiroca indica o caminho sem erro. São menos de 10 minutos de ramal em bom estado, onde carros pequenos podem passar com tranquilidade.

mineiroca slide

O restaurante fica bem na beira de um braço de igarapé, com águas cristalinas durante quase todo o ano, especialmente agora no primeiro no início do ano. Quando se chega ao balneário a primeira visão que se tem é da estrutura com quiosques dentro d’água com banquinhos e mesas que permitem ficar o dia inteiro de “molho”.

4

O atendimento também é muito bom, apesar de o garçom não levar o pedido até a água, claro (rsrs). Mas isso não é problema. O restaurante é grande e o cardápio é preparado com capricho. Galinha caipira, arroz carreteiro, feijão tropeiro, peixe, e outras delícias são preparadas em fogão de lenha e em panelas de barro que realçam ainda mais o sabor. É claro que não pode faltar um dos símbolos de Minas Gerais, o pão de queijo e outros salgados muito bem preparados.

mineiroca restaurante

Quando fui a primeira vez (e voltei outras vezes) não deixei de notar que não há música alta no lugar. O som é ambiente o tempo todo e o repertório tem o bom e velho rock nacional, além de MPB e algum sertanejo ( que já não é a minha praia). Há um grande deck submerso de madeira que permite que as crianças brinquem com segurança.

3

O Balneário do Mineiroca funciona todos os fins de semana e feriados, aceita cartões de crédito, débito e tem preços bem parecidos com o que são praticados em restaurantes de Macapá. Não há hospedagem no Mineiroca, mas uma tarde por lá já é mais que o suficiente para recarregar as energias.

Compartilhe