Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Polícia Rodoviária Federal do Amapá voltou a apreender carros roubados em outros estados circulando em Macapá. Desta vez, o proprietário de uma picape roubada foi chamado para dar esclarecimentos e atendeu ao chamado da polícia usando outro carro roubado, desta vez no Pará. Ambos teriam sido adquiridos em uma loja de Macapá.

As duas apreensões ocorreram na noite deste domingo, 22, na BR-210. Uma picape Amarok, avaliada em cerca de R$ 100 mil, foi parada em uma abordagem de rotina. Os policiais constataram que os números do chassi haviam sido adulterados. 

Suposto proprietário apareceu dirigindo um HB20 preto também roubado

Suposto proprietário apareceu dirigindo um HB20 preto também roubado

“Consultamos pelo número do motor que bateu em uma caminhonete que foi roubada no Ceará. Aqui no Amapá colocaram uma placa falsa, ou seja, um clone”, explicou o inspetor J.Geraldo, do PRF.

Após constatar que se tratava de um carro roubado, os policiais não abriram o jogo de imediato com o motorista. Usaram uma estratégia para tirar a história a limpo. Informaram ao suspeito apenas que o carro estava em situação irregular, e que só seria liberado se o verdadeiro proprietário aparecesse.

O motorista acreditou na história e ligou para o dono que apareceu no posto da PRF momentos depois dirigindo um HB20 preto com placa de Belém. A equipe decidiu checar o veículo e encontrou a mesma situação de números de chassi adulterados. 

Amarok recebeu placas falsas. Número do motor revelou que veículo foi roubado no estado do Ceará

Amarok recebeu placas falsas. Número do motor revelou que veículo foi roubado no estado do Ceará. Fotos cedidas pela PRF

Na consulta pelo número do motor, os policiais descobriram que o HB20 tinha sido roubado em Belém. 

“Ligamos para o verdadeiro proprietário que nos informou que a esposa dele foi até sequestrada nesse carro”, comentou o inspetor. 

O “proprietário” dos dois veículos informou que adquiriu os carros em uma revenda de Macapá. Os dois suspeitos e os veículos foram apresentados no Ciosp do Pacoval. A Polícia Civil vai investigar mais esse caso, o quarto este ano.

Em janeiro, policiais rodoviários também apreenderam duas picapes de luxo que foram roubadas no Nordeste.

Compartilhamentos