Compartilhe

EWERTON GOMES, DO ROTOR GEEK

Para quem ainda não viu as primeiras duas temporadas de Vikings, a série recria a aurora da Era Viking, quando os homens do norte começaram a aterrorizar os povos de toda a Europa.

A primeira temporada narra a ascensão do grande líder viking Ragnar Lothbrok, que guiou os seus homens rumo às suas primeiras conquistas em terras inglesas. A segunda temporada continuou a explorar as temáticas introduzidas na primeira, mostrando a transformação de Ragnar de campesino em senhor da guerra, o começo da Era Viking, a fascinante sociedade dos guerreiros do norte, assim como a influência da religião nas sociedades medievais fosse ela viking, inglesa, francesa ou qualquer outra.

Duas primeiras temporadas abordam a transformação de Ragnar. Fotos: Divulgação

Duas primeiras temporadas abordam a transformação de Ragnar. Fotos: Divulgação

Estas temáticas centrais continuam a ser exploradas na temporada. Ragnar permanece igualmente como foco central da narrativa, embora a galeria de personagens secundários continue a expandir-se e a receber bastante atenção por parte dos criadores.

Ragnar personifica muito das qualidades do seu povo, tal como coragem, audácia, astúcia, força, beleza, curiosidade, inteligência e pragmatismo. Ragnar é um dos grandes homens do nosso passado, e a sua história merece ser contada de forma tão brilhante como o canal History tem feito até a data.

Haverá disputa com o irmão Rolo

Haverá disputa com o irmão Rolo

Como praticamente todas as grandes séries, uma das prioridades de Vikings é claramente o desenvolvimento de seus personagens. Embora Ragnar seja inequivocamente o personagem principal, ao longo de três temporadas a série desenvolveu de forma lenta, mas constante um leque amplo e variado, de personagens secundários, complexos e bem trabalhado. Lagertha, Rollo, Bjorn, Floki, Athelstan e o rei Ecbert são os mais destacados, mas não são os únicos.

A terceira temporada de Vikings brindou-nos com dez horas de uma narrativa absorvente, logrando transportar-nos uma vez mais para uma Europa do norte brutal recheada de machados de guerra, homens e deuses vivendo em uma sangrenta comunhão, massacres esporádicos e grandes aventuras em terra e mar.

Banner da quarta temporada

Banner da quarta temporada

No trailer divulgado da 4ª temporada de “Vikings” mostra uma possível rivalidade de poder entre os irmãos Ragnar Lothbrok (Travis Fimmel) e Rollo (Clive Standen). Para alegria dos fãs, a nova temporada contará com 20 episódios, o dobro dos anteriores.

Vikings continua a ser uma das melhores séries na televisão atual. Merece ser elogiada de forma veemente pela sua qualidade narrativa e estética, assim como pelo seu rigor histórico. (Não é por casualidade que se trata de uma produção do canal History).

A estréia está marcada para 18 de fevereiro no canal History. E você, o que achou das últimas temporadas? Deixe seu comentário aqui em baixo e até o próximo Rotor Geek.

Compartilhe