Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte de Macapá, localizada no Bairro Novo Horizonte, está com o atendimento reduzido em 70% de sua capacidade. As pessoas que procuram a unidade reclamam da demora. O diretor da UPA, Vitor Hugo, explica que apenas 30% dos profissionais estão trabalhando, e o restante aderiu à paralisação que completou 3 dias nesta quarta-feira, 3.

O diretor disse que todos os setores da UPA estão funcionando, apesar da lentidão. Normalmente os pacientes esperavam de 5 a 10 minutos pelo atendimento, e com a redução de profissionais essa espera aumentou para 15 e até 20 minutos.

todos os serviços estão sendo prestados, mas as pessoas precisam esperar mais que o normal. Fotos: André Silva

Vitor Hugo, diretor da UPA: todos os serviços estão sendo prestados, mas as pessoas precisam esperar mais que o normal. Fotos: André Silva

“Mesmo com essa redução de pessoal, nós estamos atendendo a população. É claro que as pessoas precisam ter um pouco de paciência para esperar”, disse o diretor.

A UPA do Novo horizonte atende em média sete mil pessoas por mês. Realiza exames laboratoriais, eletrocardiograma, análises clínicas e médicas. Todos esses serviços estão sendo oferecidos à população, inclusive a urgência e emergência.

A unidade dispõe também de pequenas cirurgias como sutura. Também tem uma sala de raio-X que não está funcionando. No momento da reportagem não havia pacientes na UPA. 

Compartilhamentos