Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A prefeitura de Macapá disse nesta sexta-feira, 26, que o Parque Zoobotânico de Macapá irá mesmo reabrir as portas para o público em agosto. A garantia é um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com o Ministério Público do Estado e o Ministério Público Federal, segundo informou a prefeitura. O grande empecilho é a manutenção do espaço.

O TAC inclui investimentos para segurança do público, melhoria das trilhas, ampliação dos espaços das onças, construção de banheiros, pintura, reforço de grades, revitalização da fachada e da guarita da frente do parque, além da contratação de mais funcionários.

O diretor do parque, Márcio Pimentel, informou que o termo de conduta, que foi assinado em novembro, será posto em prática agora em março.

Área do parque. Foto: Reprodução

Área do parque. Foto: Reprodução

Segundo ele, o edital para contratação da empresa que irá fazer as reformas e adequações necessárias à reabertura do parque deve ser lançado nesta sexta-feira, 26.

Hoje o parque possui 16 funcionários que cuidam de 48 animais de 25 espécies, apreendidos, doados ou recolhidos pelo Ibama.  A reforma do parque, rebatizado como Parque Zoobotânico Municipal “Arinaldo Gomes Barreto,” em 2008, deve custar R$ 700 mil.

A área do parque é de 107 hectares e já abrigou mais de 300 animais. Hoje ele é mantido pela prefeitura, mas a proposta é que a iniciativa privada cuide da administração após a reforma.

“Nossa meta é captar parceiros da iniciativa privada, vender ingressos e realizar um comércio da venda de artesanato para que circule dinheiro dentro do parque para sua própria manutenção. Mas já garantimos que até agosto ele será aberto”, frisou o diretor do parque.

Compartilhamentos