Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

A operação policial que resultou na prisão de Rafael Sena Abdon, o “Belisca”, de 22 anos, no fim da tarde desta segunda-feira, 7, revelou que a polícia do Amapá vem travando uma guerra contra o tráfico no Distrito de Fazendinha. Belisca é de uma quadrilha que, além das drogas, opera com aluguel de armas e assaltos, revelou o delegado Ronaldo Coelho, titular da DTE.

Helicóptero doo GTA dá apoio para policiais do Bope e DTE. Foto: GTA

Helicóptero doo GTA dá apoio para policiais do Bope e DTE. Foto: GTA

A operação da DTE começou por volta das 17h30min com apoio do Bope e do GTA que deu cobertura aérea durante a incursão dos policiais pela “Ponte do Apertadinho”, conhecido reduto do tráfico na região.

Na casa de Belisca a polícia encontrou 2 quilos de maconha, além de dinheiro, um revólver e munição. A operação rápida surpreendeu o acusado que não teve chance de tentar fuga.

Dois quilos de maconha e arma. Fotos: Olho de Boto

Dois quilos de maconha e arma. Fotos: Olho de Boto

“Eles (a quadrilha) alugam e usam armas para assaltos quando o tráfico tá fraco. O difícil é encontrar testemunhas. Aos poucos vamos retirar essas pessoas de circulação. Pedimos que os moradores da Fazendinha tenham mais paciência”, disse o delegado Ronaldo Coelho.

A quadrilha já vem sendo investigada há mais de um ano pela DTE e outras delegacias por causa da diversidade de crimes, mas o trabalho é difícil.

Belisca faz parte de uma quadrilhava e vende drogas, aluga armas e assalta, segundo o delegado Ronaldo Coelho

Belisca faz parte de uma quadrilhava e vende drogas, aluga armas e assalta, segundo o delegado Ronaldo Coelho

“As investigações vão continuar e outras pessoas vão ser presas. Precisamos da materialidade se não o acusado é solto e as pessoas ficam com a sensação de que o trabalho da polícia não e eficiente”, avaliou.

Um dos chefes do tráfico foi preso no fim do ano passado, mas foi solto por ordem da Justiça.

Compartilhamentos