Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Cinco homens armados fizeram um arrastão em um ônibus da empresa Sião Thur no fim da noite desta segunda-feira, 28, próximo da Vila Amazonas, no município de Santana. Na fuga, um dos criminosos trocou tiros com policiais da Rotam, grupamento do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e acabou sendo morto.

O assalto aconteceu por volta das 23h. O motorista relatou que os assaltantes entraram no ônibus em uma parada localizada na Rua Tiradentes, no Centro de Macapá, como se fossem passageiros comuns.

Bandido disparou três vezes contra a policiais da Rotam, mas ninguém ficou ferido. Fotos: Olho de Boto

Bandido disparou três vezes contra a policiais da Rotam, mas ninguém ficou ferido. Fotos: Olho de Boto

Quando o coletivo estava chegando à rotatória do Fórum de Santana, na Avenida Cláudio Lúcio Monteiro, os criminosos anunciaram o assalto. Havia cerca de 30 passageiros no coletivo.

“Foi muito rápido. Quando eu vi os caras começaram a puxar umas armas caseiras, tinha até uma espingarda 12. Estavam muito nervosos e falavam que iam matar todo mundo. Tinha um que dizia que fazia tempo que não matava. Ele mandou me revistar pensando que eu era policial. Levaram meu telefone e meus documentos todos. Obrigaram todos a jogar dinheiro e celulares no chão, mas alguns passageiros conseguiam esconder os celulares debaixo dos bancos”, lembrou um passageiro.

Arma usado pelo bandido foi apresentada com 3 munições deflagradas

Arma usado pelo bandido foi apresentada com 3 munições deflagradas

Parte dos pertences das vítimas foi recuperada

Parte dos pertences das vítimas foi recuperada

Os assaltantes deram ordem para que o motorista voltasse em direção ao Distrito de Fazendinha. Só que os bandidos não sabiam que o veículo é monitorado por GPS a partir de uma central que fica na empresa. Um funcionário responsável pelo monitoramento do veículo viu que estranhamente o ônibus havia mudado de rota. Ele suspeitou de assalto e avisou o 190.

Nesse momento, uma equipe da Rotam/Bope estava patrulhando as proximidades do Monumento do Marco Zero quando foi avisada pelo rádio do assalto. Quando a equipe chegou ao local várias viaturas do 4º Batalhão já estavam atendendo aos passageiros que informaram que os bandidos tinham fugido por uma área de mata.

Bolsas e outros objetos foram recuperados

Bolsas e outros objetos foram recuperados

Os policiais da Rotam/Bope iniciaram as buscas.

“Depois de 300 metros andando pela mata encontramos o primeiro elemento. Ele disparou e correu. Depois disparou o segundo, e quando efetuou o terceiro tiro nós o alvejamos”, explicou o tenente C.Costa, da Rotam.

O bandido, que até o início da manhã ainda não havia sido identificado, foi ferido e levado pelos policiais até o Hospital de Emergência de Macapá, mas não resistiu. Um dos tiros acertou o peito. 

Policiais de outro batalhão continuaram o cerco e prenderam Anderson Queiroz dos Santos (na foto de capa exibindo tatuagem), de 19 anos, que ainda não tinha passagem pela polícia. Mas tanto ele quanto o bandido morto foram reconhecidos pelos passageiros. Três assaltantes conseguiram fugir.
Os militares conseguiram recuperar alguns objetos e dinheiro pertencentes às vítimas.
A arma de fogo que o bandido usou para atirar contra os policiais foi apresentada no Ciosp do Pacoval com três munições deflagradas.

Compartilhamentos