Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Um chefe de cozinha português que estava desaparecido havia duas semanas foi encontrado por policiais rodoviários do Amapá. Ele estava dormindo dentro de um carro na BR-210, a cerca de 40 quilômetros de Macapá, capital do estado.

Wilson Balzer, de 26 anos, era dado como desaparecido desde que saiu de casa, na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, no dia 22 de fevereiro, dirigindo um velho Fiat Uno. Balzer trabalhava em um restaurante na cidade e ia bem na carreira, segundo informaram parentes.

Chefe de cozinha no posto da PRF: comida, roupas e sabonete. Fotos cedidas pela PRF

Chefe de cozinha no posto da PRF: comida, roupas e sabonete. Fotos cedidas pela PRF

A família registrou boletim de ocorrência informando o desaparecimento do rapaz e não teve mais notícias dele até esta quarta-feira, 2, quando a Policia Rodoviária Federal do Amapá (PRF) ligou avisando que Balzer havia sido encontrado com vida.

A equipe encontrou o chefe de cozinha dormindo dentro do carro por volta das 18h.

“Uma equipe nossa achou estranho o carro parado no acostamento. Alguém estava dormindo com os pés no painel. Por volta das 19h30min ele chegou aqui no posto e passamos a procurar informações sobre ele até confirmar que se tratava dele mesmo”, comentou o policial rodoviário Jonas Felipe, que estava na equipe da PRF.

Caminho feito por Wilson Balzer até Santarém. Imagem: Google

Caminho feito por Wilson Balzer até Santarém. Imagem: Google

Balzer é português, mas mora com os avós no Paraná. Ele tem dupla nacionalidade e conversou pouco com os policiais amapaenses. Informou apenas que havia terminado um relacionamento e decidiu pegar uma mochila para viajar pelo Brasil meio sem destino.

Dirigiu 3,9 mil quilômetros até Santarém (PA), onde passou poucos dias. Depois disso embarcou o carro em uma balsa até o porto de Santana. Depois disso, ele foi até Porto Grande, Ferreira Gomes e Calçoene, onde conheceu a Praia do Goiabal.

Wilson Balzer estava indo bem na carreira como chefe de cozinha no Paraná. Foto distribuída pela família

Wilson Balzer estava indo bem na carreira como chefe de cozinha no Paraná

O provável destino era Oiapoque e a Guiana Francesa, mas acabou desistindo da viagem. Ele estava retornando quando decidiu parar e descansar.

No posto da PRF, os policiais deram refeição, roupas limpas e sabonete. Ele também informou que tomou 122 comprimidos de paracetamol nas últimas duas semanas e não explicou o motivo.

Carro onde o chefe de cozinha foi localizado

Carro onde o chefe de cozinha foi localizado

Balzer passou a noite no posto da PRF. Um tio e o pai do chefe de cozinha devem chegar ao Amapá ainda nesta quinta-feira, 3. Eles informaram por telefone que o Balzer apresenta um quadro de depressão.

Compartilhamentos