Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Pela segunda vez esse mês, cerca de 50 classificados do último concurso público realizado pelo Governo do Estado em 2012 ocuparam a entrada da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). O novo protesto ocorreu na manhã desta sexta-feira, 18, com o mesmo objetivo, pressionar pela contratação imediata.

Os profissionais dizem que o concurso perderá a validade. Além disso, eles exigem que a Sesa divulgue o número de vagas existentes. Os manifestantes estavam vestidos com camisetas brancas que tinham a frase “convocação já”.

Marcelo Sousa disse que da última vez em que eles estiveram na Secretaria de Administração do Estado (Sead), eles receberam a informação de que a Sesa não teria passado o quantitativo de vagas existentes.

“Estamos aqui desde 8h aguardando o posicionamento da secretaria, mas até agora nada. Esse nosso movimento está desde o dia 15 de fevereiro aguardando esse quantitativo de vagas. Estamos aqui por que a secretaria disse para nós virmos mas até agora ela não nos atendeu “, enfatizou Marcelo.

Uma comissão foi recebida na Sesa que informou que a Sead aguarda o estudo realizado pela Secretaria de Planejamento do Estado informando o impacto na folha de pagamento com novas contratações.

Após a reunião os manifestantes seguiram em marcha para frente da Sead.

Compartilhamentos