Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O prefeito de Macapá, Clécio Luiz (sem partido), visitou às obras da nova Central de Imunização e de Farmácia do município, na manhã desta terça-feira, 1º. E falou sobre o estudo do Conselho Federal de Medicina que apontou que Macapá tem o 2º pior investimento em saúde pública entre as capitais.

Com a ampliação e reforma, o Centro de Imunização, que fica na Avenida FAB, no Centro, vai receber equipamentos apropriados para o armazenamento das vacinas e poderá levar soros antiofídicos a comunidades interioranas como no arquipélago do Bailique. As obras devem ficar prontas em 90 dias.

Sobre o estudo do CFM, o prefeito disse que ainda está “checando esses números”. A pesquisa apontou que Macapá investe apenas R$ 0,66 por habitante ao dia. Para ele, a rede de saúde está recebendo os investimentos necessários e eles podem ser vistos nas obras realizadas nas unidades básicas da cidade que foram reformadas no ano passado. E citou como exemplo, também, o novo Centro de Imunização e de Farmácia.

Clécio: saber gastar

Clécio: saber gastar. Fotos: André Silva

“O fato prova que, além de gastar, tem que gastar bem. A mesma matéria disse que o local que mais gasta, que é o Distrito Federal, tem um atendimento ruim, isso não se reflete na qualidade. E  mesmo não podendo responder sobre os números, pois estamos checando, o IBGE diz que nós gastamos muito acima do que seria o mínimo. O mais importante é que gastando pouco ou pouco mais, nós conseguimos em Macapá ver os resultados, por que nós estamos gastando bem”, disse o prefeito.

Novo Centro de Imunização e Farmácia: obras terminam em 90 dias

Nova Central de Imunização e Farmácia: obras terminam em 90 dias

O estudo foi feito pelo Conselho Federal de Medicina e a OGN Portas Abertas, e criou o rancking das cidades que menos investem. Em primeiro lugar negativo ficou a Bahia (R 0,59 por pessoa). A cidade que mais investe é Brasília (R$ 3,27)

Compartilhamentos