Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A Defesa Civil do Amapá já mapeou 27 pontos de alagamentos na cidade de Macapá e 9 no município de  Santana. A similaridade entre esses pontos é que a maioria está em áreas de ressaca. Mas a área que mais preocupa é a do Aturiá, localizada no Bairro do Araxá. A Defesa Civil garante que tem um plano para possíveis emergências.

O período de chuvas fortes chegou em Macapá e com ela  surge a preocupação com as áreas que podem sofrer com possíveis alagamentos. 

”O Aturiá é uma área crítica, mas o governo do Estado, através da Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims), já tem um cadastro com as pessoas que moram naquela área, e, se algum desastre acontecer, elas serão alocadas nesses conjuntos habitacionais que já foram construídos pelo governo estadual e municipal”, explicou o subcomandante do Corpo de Bombeiros Militar, Wagner Dias.

A maior preocupação é com o Aturiá. Foto: André Silva

A maior preocupação é com o Aturiá. Foto: André Silva

Segundo o subcomandante, a Defesa Civil dispõe de todo aparato necessário para agir caso seja necessário. Além das áreas de ressacas, boca de bueiros e canais também estão mapeados.

Compartilhamentos