Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um homem foi encontrado morto no início da tarde desta terça-feira, 1º , embaixo do Trapiche Eliezer Levi, no complexo Beira-Rio, em Macapá.

Ele foi identificado como Johnatas Carneiro Pimentel, com idade estimada entre 22 e 25. Segundo testemunhas, ele era conhecido como “Caquinho”, e costumava reparar carros na orla de Macapá.

Buraco onde moram usuário. Ao fundo, cerca de 100 metros depois, o corpo de Caquinho

Buraco onde moram usuário. Ao fundo, cerca de 100 metros depois, o corpo de Caquinho. Fotos: Olho de Boto

O local onde ele foi encontrado fica a cerca de 100 metros do buraco onde moram usuários de drogas, a maioria viciada em crack. É o mesmo local que foi fechado com tijolos por iniciativa de policiais militares no ano passado, mas que acabou sendo reaberto em outra parte da base do trapiche.

Os pés da vítima estavam amarrados e ele tinha marcas de perfurações de arma branca pelo peito e barriga. Policiais encontrara uma faca perto do corpo que ainda será periciada. Agentes da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (Decipe) estiveram no local.

Faca encontrado perto do corpo

Faca encontrado perto do corpo

Corpo com pés amarrados e marcas de arma branca

Corpo com pés amarrados e marcas de arma branca

Segundo informou um policial do 6º Batalhão da PM, Caquinho teria se envolvido em uma confusão onde teria esfaqueado um rival. Por isso a tese mais provável para motivação é acerto de contas.

Não há informações sobre se esse suposto adversário é morador do buraco debaixo do trapiche.  Durante a presença da PM não havia nenhum usuário do que grupo que mora no local. 

Agentes da Homicídios (Decipe) estiveram no local

Agentes da Homicídios (Decipe) estiveram no local

Compartilhamentos