Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Moradores do Bairro Infraero I, Zona Norte de Macapá, cansados de ficar na escuridão, resolveram arregaçar as mangas e, por conta própria, decidiram acionar os postes instalados às margens da Rodovia Norte-Sul. Eles se queixam da escuridão que toma conta da rua e se dizem com medo do assustador número de mortes naquela região.

Eles estão aproveitando a fiação elétrica já existente para interligar os postes antigos que ainda estão com as luminárias viradas para dentro da antiga rua.

Sandro Trindade: cansados de esperar. Fotos: André Silva

Sandro Trindade: cansados de esperar. Fotos: André Silva

“Nós cansamos de esperar a CEA e ela nunca vir. Por isso tomamos a iniciativa de pagar um eletricista para ligar a energia. Ontem ele fez o teste e ligamos um que já fez uma grande diferença na rua”, conta Sandro Trindade, um dos moradores do bairro.

Além da falta de energia, o crescente número de pessoas encontradas mortas naquela região preocupa os moradores, que temem por suas vidas e pela vida dos filhos.

Rosiane: não dá mais para ficar na frente das casas à noite

Rosiane: não dá mais para ficar na frente das casas à noite

“Antigamente nós ficávamos sentados na frente de casa todo início de noite. Agora não tem condições. A rua ficou muito escura e ficamos com medo até mesmo de sair de casa”, disse a dona de casa, Rosiane Cristina, de 40 anos.

Os moradores já conseguiram acionar dois postes e o objetivo é acionar os quatro que ficam na rua. Segundo eles, a CEA já foi informada da situação, mas até agora não se manifestou sobre o assunto.

Compartilhamentos