Compartilhamentos

 

OLHO DE BOTO

Dois moradores da Rodovia -440, conhecida como “Ramal do KM-9”, foram atropelados quando caminhavam para uma missa onde participariam de uma celebração do Domingo de Ramos. A mulher foi morreu no local. O vizinho dela foi levado em estado grave para o Hospital de Emergência de Macapá (HE).  

O acidente ocorreu às 8h15min. O carro estava sendo conduzido por um policial militar que havia largado o serviço e ainda usava a farda. Ele passou pelo teste do bafômetro sem problemas. O policial relatou à equipe do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) que chovia muito na hora do acidente.

Carro conduzido pelo policial miliar. Segundo ele, chovia muito na hora do acidente

Carro conduzido pelo policial miliar. Segundo ele, chovia muito na hora do acidente

“Ele disse que precisou desviar de outro carro que vinha no sentido contrário e em alta velocidade”, comentou o subtenente Paulo Coelho, do BPRE.

Várias famílias estavam caminhando pelo acostamento em direção à igreja. Entre as pessoas estavam Maria Fausta dos Santos  Barbosa, de 54 anos, e Agenor de Souza Araújo, de 42 anos, todos acompanhados de duas respectivas famílias. Maria Fausta, que levava flores para a igreja, teve morte instantânea.

Maria Fausta não teve chance de desviar do carro. Fotos: Olho de Boto

Maria Fausta não teve chance de desviar do carro. Fotos: Olho de Boto

“Ela tinha feito um voto com Jesus, e estava indo agradecer pela vida. Era uma pessoa muito trabalhadora, está sendo muito dolorido pra nós”, lamentou a amiga da vítima, Creuza Félix, que disse ter ouvido o barulho do atropelamento de dentro da igreja, que fica a cerca de 100 metros do local do acidente.

Maria Fausta, de 54 anos, morreu na hora. Foto: arquivo pessoal

Maria Fausta, de 54 anos, morreu na hora. Foto: arquivo pessoal

Igreja onde Maria Fausta participaria de uma missa em celebração ao Domingo de Ramos

Igreja onde Maria Fausta participaria de uma missa em celebração ao Domingo de Ramos

Agenor de Souza Araújo foi levado em estado grave para o Hospital de Emergência.  O policial foi apresentado no Ciosp do Pacoval. O segundo carro envolvido no acidente ainda não foi localizado.

Foi a segunda morte em menos de um mês no mesmo local, que fica próximo da Linha A, ramal de acesso ao Marabaixo 3.

“É preciso colocar redutores de velocidade aqui. Esses acidentes com mortes são constantes. Precisamos que as autoridades venham aqui, mas não apenas em época de eleição”, desabafou Elionai Coelho, morador da localidade.

Compartilhamentos