Compartilhamentos

VALDO SALES

As fortes chuvas que caem em Macapá estão deixando ainda mais intrafegáveis as ruas e avenidas do Bairro Ipê, na Zona Norte de Macapá. A situação é tão complicada que até o caminhão coletor de lixo, depois de atolar na lama, parou de circular por uma das ruas.

A maioria das ruas e avenidas do Ipê não conta com asfaltamento e muito menos com manutenção.

A reclamação dos moradores é constante, e os apelos feitos ao poder público pedindo providencias não vem surtindo efeitos.

Um dos exemplos do descaso é a Rua Jerusalém. A lama toma conta de toda a via e deixa o local sem condições de tráfego de pessoas e veículos. Quem sai de casa para o trabalho e escola é obrigado a enfrentar o desafio de não cair e se sujar na lama.

Esta semana um carro de coleta de lixo ficou preso na lama e contou com ajuda de outro veículo para ser retirado do atoleiro. Por esse motivo, o lixo doméstico deixou de ser recolhido da frente das residências.

Essa é a situação de várias ruas do bairro. Fotos: Valdo Sales

Essa é a situação de várias ruas do bairro. Fotos: Valdo Sales

No período do verão, a comunidade sofre com a grande quantidade de poeira levantada pelo vento e carros. As doenças respiratórias se manifestam com facilidade e as casas precisam ser limpas constantemente devido ao grande acúmulo de pó de terra.

“Não aguentamos mais o sofrimento. As crianças e pessoas idosas são as que mais sofrem com esse abandono. Queremos que a prefeitura olhe pelos moradores do Ipê, também fazemos parte da cidade e pagamos nossos impostos”, reclama uma moradora que preferiu não ser identificada.

De acordo com os moradores, vários documentos solicitando encaminhamento de solução para o problema foram enviados à Secretaria Municipal de Obras, mas as respostas nunca chegam.  

Compartilhamentos