Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Um homem foi preso com 8 quilos de maconha na mochila quando desembarcava no porto do Grego em Santana. A prisão aconteceu no início da tarde desta quarta-feira, 9. O barco vinha de Santarém, no Pará, mas, a Polícia Civil não sabe se a droga foi comprada lá mesmo. O acusado ficou sem silêncio durante o depoimento.

O titular da Delegacia Especializada em Tóxicos e Entorpcentes (Dete), Ronaldo Coelho, disse que a prisão de Carlos Alberto Baia Marinho de 34 anos, é parte de uma investigação realizada pela inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Amapá (Sejusp) e a Dete. O acusado já estava sendo aguardado pelos policiais no porto.

Oito quilos estavam em uma mochila. Fotos: André Silva

Oito quilos estavam em uma mochila. Fotos: André Silva

“Nós já tínhamos a informação de que ele iria chegar trazendo entorpecente, mas não sabíamos a quantidade”, comentou o delegado.

O delegado informou que apesar da embarcação fazer a rota Santarém/Santana, ele não pode afirmar a origem da droga já que a embarcação faz algumas paradas. Ele lembra que a viagem pode demorar até dois dias.

Segundo ele, a droga serviria para abastecer as bocas de fumo espalhadas pela cidade de Santana.

O delegado reforçou que não há fiscalização nas rotas fluviais entre os estados, o que tem facilitado a entrada de drogas e armas.

Acusado falou apenas sobre a motocicleta que acabou sendo apreendda

Delegado Ronaldo Coelho: transporte pelos rios sem fiscalização

“Qualquer um entra no navio. Qualquer um compra passagem e nenhuma fiscalização é feita. E se esses oito quilos de maconha fossem oito bananas de dinamite ou oito granadas de mão? Qualquer coisa passa de uma cidade à outra sem preocupação”, reiterou o delegado.

Além dos oito quilos de maconha, Carlos Alberto trazia uma motocicleta. Como o acusado falou apenas sobre a motocicleta e de forma contraditória, o veículo foi apreendido.

Logo depois da prisão, dois advogados compareceram como representantes do traficante. Ele permanece na delegacia até a audiência de custódia que prevista para esta quinta-feira, 10.

Compartilhamentos