Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Desde o início da tarde desta segunda-feira, 28, centenas de servidores públicos ocupam a área externa do complexo administrativo do governo onde ficam as sedes das secretarias de Administração e de Planejamento do Amapá (Sead e Seplan). Eles protestam contra a decisão do governo do Estado de parcelar os salários de março do funcionalismo.

O protesto ocorre paralelo à abertura da mesa de negociações entre os sindicatos de servidores e o governo do Estado onde a principal pauta é a da-base do funcionalismo.

Servidores se revezam em discursos em frente ao prédio onde ocorre a reunião. Fotos: André Silva

Servidores se revezam em discursos em frente ao prédio onde ocorre a reunião. Fotos: André Silva

No último sábado, 26, o governo anunciou o pagamento dos salários de março em duas etapas com a 1ª, de 60%, para ser paga na próxima quinta-feira, 31. O restante ficou de ser depositado na conta dos funcionários no dia 10 de abril. O parcelamento também poderá ocorrer com os salários de abril e maio.

Os sindicatos de profissionais da educação (Sinsepeap) e da saúde (Sindsaúde) foram os primeiros a reagir convocando assembleias extraordinárias para esta terça-feira, 29.

Secretário Antônio Teles e representantes de pelo menos 12 sindicatos

Secretário Antônio Teles e representantes de pelo menos 12 sindicatos. Foto: Secom

A Associação dos Delegados de Polícia do Amapá e o Sindsaúde emitiram notas de repúdio recomendando ao governo a extinção de cargos e  secretarias que não sejam “prioritárias”, como forma de contingenciar custos.

Neste momento, representantes de ao menos 12 sindicatos estão reunidos com a equipe econômica e administrativa do governo. Quem está na coordenação da mesa é o secretário de Planejamento do Estado, Antônio Teles Júnior.

Do lado de fora pelo menos 300 manifestantes, segundo a Polícia Militar, aguardam os desdobramentos da reunião. Alguns servidores estão se revezando no microfone de um carro som que foi levado para a frente da Seplan. A imprensa foi impedida de acompanhar a reunião.

Compartilhamentos