Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Uma equipe do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) da Polícia Militar do Amapá prendeu dois acusados de comprar a motocicleta roubada de um homem que quase foi morto a pauladas pelo assaltante. A vítima foi abandonada na ‘Linha H’  da Rodovia AP-440 (Ramal do 9). O assaltante também foi preso, mas antes foi linchado por populares acusado de ter participado de outro roubo.

Benedito da Cruz Sá, de 57 anos, apanhou o ‘passageiro’ na quinta-feira, 21, feriado de Tiradentes, no Bairro Jardim Felicidade, na Zona Norte de Macapá. O homem, depois identificado como Dhionatan Castro Pereira, de 24 anos, o ‘Bayboi’, pediu que o deixasse na linha H, próximo ao Bairro Marabaixo III.

Magno Conceição, 33 anos, usando camisa da oficina de moto

Magno Conceição, 33 anos, usando camisa da oficina de moto

Ao chegar ao local, o bandido pegou um pedaço de madeira e iniciou as agressões. O motoxista disse que fingiu ter desmaiado para que o bandido parasse de bater. Em seguida, o criminoso fugiu com a moto. Bastante ferido, o mototaxista conseguiu chegar até uma casa onde foi socorrido por moradores.

Moto estava na casa da mãe dos receptadores

Moto estava na casa da mãe dos receptadores

Uma equipe do BRPM que atendeu a ocorrência seguiu pistas que levaram até uma oficina de motos na Rua Bananal, no Bairro Brasil Novo. No local, um dos responsáveis pela oficina tentou despistar os policiais informando que a oficina procurada na verdade ficava em outra rua.

Os policiais chegaram a ir até o endereço indicado, mas quando perceberam que a informação era falsa eles retornaram. Os policiais encontraram um dos donos da oficina escondido dentro do banheiro.

Douglas de Souza da Conceição, de 33 anos, confirmou que comprou a moto de Dhionatan por R$ 60, e que a motocicleta estava escondida na residência de sua mãe, no Novo Horizonte. A moto foi recuperada.

Além de Douglas, o irmão dele, Magno Souza da Conceição, de 35 anos, também foi preso por receptação.

A caminho do Ciosp ocorreu uma grande coincidência. Os policiais foram informados pelo rádio que na Avenida Alexandre Ferreira da Silva, no Jardim Felicidade II, um homem estava sendo espancado pela população acusado de roubo de outra motocicleta.

Ao chegar ao local, os policiais do BRPM e do 2º Batalhão conseguiram salvar o suspeito do meio dos populares. Tratava-se de Dhionatan Castro Pereira. Ele estava bastante ferido e foi levado para o Hospital de Emergência de Macapá (HE).

Depois do atendimento, ele foi apresentado no Ciosp do Pacoval, mas enquanto aguardava o início do depoimento, o acusado passou mal e precisou ser transportado de volta ao HE numa ambulância do Corpo de Bombeiros.

Benedito de Sá, que trabalha clandestinamente como mototaxista por estar desempregado, agradeceu aos policiais o empenho em recuperar a moto e prender o agressor que quase o matou. Veja:

Compartilhamentos