Compartilhamentos

HUMBERTO BAÍA, DE OIAPOQUE

Um jovem de 15 anos morreu nas águas do Rio Oiapoque. O adolescente saiu de casa no sábado, 9, em companhia dos amigos para um balneário conhecido como Chácara do Rona, lugar bastante frequentado por turistas e banhistas da cidade.

Lucas Silva era aluno da Escola Estadual Joaquim Nabuco, e estava cursando o segundo ano do ensino médio. As buscas seguiram por mais de 24h pelo brigada de bombeiros e Exército.

Inicialmente a suspeita é de que ele tinha se afogado, mas depois da revelação da causa da morte o caso será investigado. Foto: álbum de família

Inicialmente a suspeita é de que ele tinha se afogado, mas depois da revelação da causa da morte o caso será investigado. Foto: álbum de família

A mãe do adolescente estava inconsolável. Segundo familiares, ele quase não dormiu em casa na noite de sábado para domingo.

Já no domingo, a mãe foi a primeira a chegar ao balneário amparada por uma sobrinha. Ela aguardava qualquer notícia. O corpo do rapaz só foi localizado às 18hs do domingo por um familiar na frente da cidade quando observava o rio.

Rona, o proprietário do restaurante, diz que não estimula o banho para seus clientes por saber que o lugar tem correntes fortes. E garante que não tem como controlar quem entra e quem sai.

Mãe sendo consolada pela sobrinha. Fotos: Humberto Baía

Mãe sendo consolada pela sobrinha. Fotos: Humberto Baía

Bombeiros e militares do Exército trabalharam nas buscas

Bombeiros e militares do Exército trabalharam nas buscas

No entanto, ele disse que vai colocar um anúncio nos veículos de comunicação da cidade avisando que menores de 16 anos não entrarão mais desacompanhados de adultos.

Já no necrotério da cidade, a médica responsável pela liberação do corpo fez um exame preliminar e identificou que o jovem estaria com o pescoço quebrado. O caso será investigado pela policia.

Compartilhamentos