Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Famílias que moram às margens do Canal do Jandiá, no bairro Pacoval, poderão ser contempladas com um apartamento no Conjunto Habitacional Macapaba, do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, do Governo Federal. As 330 famílias precisam atender aos critérios de seleção do programa para receber o imóvel.

Fiquei de fora porque não sou casado

Geovani Oliveira: fiquei de fora porque não sou casado

Uma dessas pessoas é Geovani de Oliveira, 28 anos. Solteiro e desempregado, Geovani ficou feliz com a notícia de que ganharia um novo lar. Mas, quando chegou para fazer sua inscrição teve uma péssima notícia.

“Eles disseram que eu não me enquadrava nos quesitos para ganhar um apartamento pelo fato de não ser casado. Eu moro naquele local há muito tempo e quando aparece a oportunidade de ir para um lugar melhor, a minha condição social é posta como empecilho. É um absurdo”, lamenta.

O governo do Amapá quer desocupar a área, considerada de risco. A Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinf) tem um projeto de revitalização do local, que contempla uma área de passeio.

Cadastro aconteceu durante toda essa sexta-feira, 29

Cadastro aconteceu durante toda essa sexta-feira, 29

As famílias passaram por um processo de cadastro durante toda essa sexta-feira, 29, no Centro de Mobilização Social Projeto Minha Gente, localizado no bairro Jardim Felicidade II.

No local, as pessoas que não conseguiram chegar a tempo para o cadastro foram orientadas a procurar a Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims), na segunda-feira, 2.

A equipe do site SELESNAFES.COM procurou a Sims para prestar esclarecimentos a respeito dos requisitos para participar do programa, mas não foi atendida.

Compartilhamentos